O guia essencial para iniciar no setor Automotivo

Tempo de leitura: 7 minutos

O design possui um leque de áreas muito grande, porém uma das que mais instiga muitos futuros profissionais é o Design Automotivo.

Apesar de ser relativamente bem difundido na área, é um mundo que poucos conseguem acessar, ou saber um pouco mais sobre. Fechado e seleto, podemos arriscar que o car design seria uma das áreas mais difíceis de entrar, pois exige muita capacitação, habilidades específicas e um certo conhecimento técnico,além de existir uma concorrência global muito forte. Não vemos estúdios de car design em qualquer lugar e isso dificulta um pouco mais as coisas.

Nele existe todo um processo de criação e desenvolvimento muito diferente de outras áreas de design de produto. A criação de um veículo vai muito além de um sketch e uma pessoa só. É um trabalho extremamente interdisciplinar e coletivo.
Ok, mas então, com tudo isso, você esta dizendo que é impossível uma chance nesse mundo? Não, nada é impossível, só depende de você e sua determinacão… e algumas dicas que vamos dar agora.

Atualmente, o mercado de trabalho exige cada vez mais um profissional completo, e o mundo do design não é diferente. Sketch manual, sketch digital, rendering e modelagem são habilidades básicas necessárias para encarar o setor. Porém, a maior parte disso, não é ensinada nas faculdades de Design que temos por aqui e isso se torna mais importante ainda ou seja determinação e vontade de buscar e aprender.

Um grande começo é buscar contatos com profissionais que já estejam na área ou em contato com ela pelos perfis ou páginas de Design Automotivo. O simples fato de você seguir alguém no Instagram ou estar em uma página no Facebook, vai te trazer referências através de sketches, projetos e trabalhos, e dessa maneira você começa a se inteirar melhor sobre esse mundo.Mas adianta ficar só vendo sketches bacanas na internet? Também não, e é ai que começa o primeiro filtro para o mercado de trabalho.

Expert Revela: Passos Simples para Melhorar seus Sketches em 8 Semanas

O primeiro passo é literalmente ‘sentar a bunda na cadeira e desenhar’. Mas não desenhar hoje, depois semana que vem, mas sim praticar todo dia, toda hora (que possível, claro). Para fazer um simples sketch, são necessárias diversas técnicas e noções( espacial, por exemplo) que levam algum tempo para serem aprendidas e é ai que entra sua dedicação. Muitas pessoas estagnam nessa etapa, principalmente por não se dedicarem o quanto deveriam.

Passada a época de sketch no saco de pão (era literalmente assim que os designers faziam no começo), é hora de se acostumar com o computador! Mas veja, o sketch manual não perdeu lugar para o sketch digital, são coisas diferentes e que variam de profissional para profissional. E lembre-se, tenha um sketch manual muito bem estruturado, para só depois partir para o digital, o papel e a Bic são essenciais no início.

Mas é chegada uma hora que devemos começar a definir melhor nosso desenho, adicionar um pouco de cor e volume. Tudo isso pode também ser muito bem feito com marcadores, porém, o computador facilita muito mais as coisas nessa etapa. Nesse momento a busca por estudos de luz e sombra, referencias de comportamento da luz é muito importante para deixar as coisas mais passiveis da realidade. Assim como, buscar estudar técnicas de renderização, que são inúmeras.

Finalmente, posso talvez dizer que a mais moderna habilidade que um candidato deve possuir, a modelagem virtual. Apesar de já ser utilizada na indústria há um tempo, nem todos os designers sabem modelar, isso porque nos estúdios existem pessoas específicas, também designers, que estão lá só para isso, assim muitos não procuram aprender, porém hoje, apesar de básico, ainda é um bom diferencial. Ter noções de modelagem ajuda e muito a visão espacial, visão tridimensional, entendimento de superfícies, além de te dar conhecimento em todas as áreas do desenvolvimento de um projeto. Beleza, já entendi o que é bacana saber para começar, mas onde posso aprender tudo isso? Na faculdade você tem um boa base teórica para o design, mas muitas vezes, não uma pratica. Isso te leva a buscar um ajuda externa.

Existem alguns cursos online e presenciais, que buscam ensinar esses pontos, oferecendo aulas desde sketch até modelagem 3D. Outra maneira, é buscar cursos de especialização, com maior duração, como por exemplo cursos de um ano ou de verão, que temos aqui no Brasil ou ainda, lá no exterior. Esses cursos, principalmente lá fora, vão te dar uma base muito sólida das técnicas e ferramentas necessárias no design automotivo, e muitas vezes contam com projetos patrocinados pela indústria, agregando ainda mais experiência.

E por fim, agora que já sei fazer sketch, renderizar e modelar, como posso entrar na indústria?

Com uma maior experiência em termos de habilidades, chegou a hora de tentar se mostrar para o mundo e, para tal, a primeira coisa que você deve fazer é um Portfólio! Essa é a principal maneira de você se apresentar como designer, nele você deverá mostrar, em poucas páginas, o melhor das suas habilidades, mostrar de fato o que você sabe fazer… ele será seu cartão de visitas. Tendo o portfólio, você pode enviá-lo às empresas que estão procurando por estágiários ou ainda mais, pode arriscar um Mestrado. Não, o mestrado nao serve para ‘dar aula’, ele é um título que te certifica mestre em algo, ou seja, especialista naquele assunto.

Os Masters (como são conhecidos lá fora), são a maior porta de entrada para a indústria, no exterior, isso porque o curso é totalmente voltado para ela. Ele tende a certificar que ao conclui-lo, você estará apto a iniciar uma carreira na indústria, pois te prepara fortemente. Nele são desenvolvidos projetos em contato direto com a indústria automotiva, designers das empresas e estúdios, dessa maneira muitos profissionais são selecionados diretamente do master.

Diversas empresas buscam diretamente nas escolas seus futuros designers. A visibilidade conseguida no master é muito grande e para tal, você precisa despender um pouco de dinheiro para pagar o curso (investir) , e mais que isso, já ter um bom portfólio para conseguir entrar.

Já aqui no Brasil, a principal porta de entrada para a indústria, são os concursos realizados pelas próprias montadoras, nos quais, ao final, elas elegem ganhadores
e como recompensa, recebem um ano de estágio nos respectivos estúdios de design. Os concursos são uma excelente oportunidade para quem está começando evoluir! Com ele, além da experiência da competição, você tende a melhorar suas habilidades e também tem um contato bacana com o profissionais recebendo feedbacks. Além do mais, é uma ótima maneira de conhecer e se enturmar com outros futuros car designers e conseguir uma boa visibilidade no setor!

Apesar de parecer um muro impenetrável, o mundo do Design Automotivo depende muito mais de você, do que você pensa! Depende de muita determinação e vontade! Busque aprender e não tenha medo de errar!

Por isso, se dedique, se esforce e senta a bunda na cadeira e desenha!!!

Expert Revela: Passos Simples para Melhorar seus Sketches em 8 Semanas